segunda-feira, maio 28, 2007

Uma invasora de hábitos urbanos

A espécie Ailanthus altissima (Miller) Swingle, conhecida entre nós como espanta-lobos ou árvore-do-céu, é originária das regiões de clima temperado da China.

Os folíolos das folhas jovens apresentam uma característica tonalidade avermelhada nas extremidades

É uma espécie dióica que pode atingir os 20 metros de altura; regra geral, cultivam-se exemplares femininos, pois os masculinos originam flores que libertam um cheiro desagradável.

No nosso país tem o estatuto de planta invasora de acordo com o disposto no Decreto-lei 565/99.

A partir de um único exemplar de porte arbóreo nasce um foco de invasão

É uma espécie pioneira, de crescimento rápido, que pode chegar a produzir cerca de 350 000 sementes num ano.

Estabelece-se em áreas perturbadas, tais como bermas de estradas, quintas abandonadas e espaços urbanos.

(Para saber mais sobre o carácter invasor do ailanto visitar esta página).

Na Covilhã a espécie é comum em quintas abandonadas, nomeadamente nos vales das ribeiras da Goldra e da Carpinteira

O jardineiro inglês Philip Miller (1691-1771) terá sido o primeiro a cultivar esta planta nos jardins de Londres. Após a sua introdução no Ocidente foi amplamente plantada por toda a Europa.

A espécie foi depois introduzida no século XVIII nos Estados Unidos da América (EUA). Um século depois, os biólogos verificaram que tinha invadido e colonizado vastas áreas do Sul dos EUA.

2 comentários:

Dave disse...

It's not just the southern states. This has become a scourge here in central Pennsylvania over the last 25 years, taking over forest openings and crowding out native pioneer species of higher ecological value. Many people still think of the "Tree of Heaven" with fondness, though, for its starring role in a beloved children's book, A Tree Grows in Brooklyn. (Forgive my English. I don't really know your beautiful language, except to the extent that it resembles Spanish. Nice blog!)

Pedro n. t. santos disse...

Hi Dave, thanks for the eulogy to my blog.

Tree of heaven has become a problem in Portugal specially in the cities; in forest areas we have a much more dramatic problem with Acacia dealbata and similar species from Australia.

It´s curious what you say about that book (A Tree Grows in Brooklyn) because I have the idea when I see movies that take place in NY that trees of heaven are common trees in the Big Apple.


In spite of you don´t understand portuguese I hope you'll become a regular reader of this blog. ~