sexta-feira, maio 18, 2007

Antes do fim-de-semana...

- Dias sem árvores no Cachopo (Tavira): O Manuel Ramos chamou-me a atenção para este texto do blogue Quintacativa...porque há sempre alguém para quem as árvores são um incómodo!...


Rhododendron ponticum L. subsp. baeticum (Boiss. & Reut.) Hand. - Mazz. - imagem do blogue O Parente da Refóias


- Dias com flores em Monchique: o blogue O Parente da Refóias mostra-nos imagens das adelfeiras ou adelfas [Rhododendron ponticum L. subsp. baeticum (Boiss. & Reut.) Hand. - Mazz.], planta que tem na Serra de Monchique um dos dois únicos locais no território do continente onde cresce de forma espontânea (o outro é na Reserva Botânica do Cambarinho, no concelho de Vouzela).

A adelfeira é um endemismo ibérico, porventura o mais notável sobrevivente da Laurisilva que existia no território do continente e que foi praticamente destruída pela última glaciação (Wurmiana).

Por outras palavras, esta planta sobreviveu a milhares de anos de temperaturas gélidas e a outros tantos de destruição por acção humana, constituindo a sua visão, por si só, um milagre capaz de iluminar estes dias sempre tão carregados de más notícias...


Bom fim-de-semana...a Sombra Verde vai até Mértola ao Festival Islâmico.

3 comentários:

Sonhador disse...

É bom saber que os amigos de Monchique estão atentos ao que o nosso querido amigo parente da refoias nos transmite para poder ser divulgado com tanto realce.
Ninguém melhor do que ele consegue dar tanto ênfase à nossa tão bela e rica flora.
Um abraço e bom fim-de-semana para si.

Pedro n. t. santos disse...

Viva,

A Serra da Monchique é, pela sua posição geográfica e altitude, um local ímpar pela combinação de diferentes influências; pena é que uma "eucaliptização" excessiva e mal conduzida e os incêndios florestais a tenham "mutilado" em parte da sua beleza...mas como a "minha" Serra da Estrela, não há mal que lhe roube a personalidade e a grandiosidade marcante...


Abraço e bom fim-de-semana


P.s. - Por falar em perigos para a flora de Monchique, é necessário prestar atenção ao avanço das acácias australianas, como as mimosas, que começam a ganhar terreno em muitos locais da serra.

Joao Soares disse...

Um abraço e bom fim de semana
BioTerra