terça-feira, abril 22, 2008

Agradecimento e justificação





Sob o título "O sobreiro de Portugal", o "Notícias de Castelo de Vide" reproduz na sua edição n.º 146 (Fevereiro/Março de 2008) o texto que escrevi sobre o sobreiro da Herdade de Pai Anes, a 8 de Fevereiro último.

Queria agradecer publicamente ao director do "Notícias de Castelo de Vide", Alexandre Cordeiro, a publicação deste texto.

Reafirmo que apesar de esta ser uma árvore situada num terreno particular, a Direcção-Geral dos Recursos Florestais tem a "obrigação moral" de prestar apoio técnico ao proprietário desta herdade, no sentido de garantir que esta árvore possa sobreviver por mais algumas décadas.
Este sobreiro da Herdade de Pai Anes não é "apenas" uma árvore classificada; é um exemplar notável de uma espécie com um simbolismo único pela sua importância ambiental e económica para o nosso país.


P.S. - Nos últimos dias não me tem sido possível actualizar o blogue com a frequência desejada; conto regressar à "velocidade de cruzeiro" em breve. Obrigado.

1 comentário:

Lucia disse...

Magnifica árvore, deve ter a sabedoria dos anciãos! E provavelmente tem muitas estórias para contar!