quinta-feira, abril 03, 2008

I rest my case








Duas tílias plantadas a uns 50 metros uma da outra no centro da Covilhã e que, pela grossura do tronco, terão (aproximadamente) a mesma idade.

A primeira foi decepada o ano passado e a segunda, afortunadamente, sobreviveu a mais um Inverno (talvez o último?!) com a sua forma natural.

Será necessário acrescentar mais alguma coisa, para lá do que as imagens evidenciam à exaustão, sobre o efeito que estas práticas mutiladoras têm nas árvores?

2 comentários:

Jardineira aprendiz disse...

Como disse alguém a propósito da 'minha' árvore: ' vai fazer uma bolinha, vais ver que agora é que vai ficar bonita' . E eu fiquei a pensar, caramba, isto só se explica pela mania nacional pelo futebol! Uma bolinha...

Sem ofensa aos amantes de futebol, claro!

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

No limite, serei mesmo levado a acreditar que dada a habituação a estas "deformações da natureza", a maioria das pessoas as ache normal e mesmo bonitas.

País estranho de pessoas estranhas...