sexta-feira, julho 20, 2007

A oliveira do Algoz



A Escola EB 2,3 do Algoz (Silves) é, tanto quanto tenho conhecimento, o único estabelecimento de ensino que possui uma árvore classificada nas suas instalações.

Afortunados os alunos, funcionários e professores desta escola, por poderem descansar os olhos nesta extraordinária oliveira (Olea europaea L.), classificada desde 1999.

As medidas que obtivemos para esta oliveira justificam plenamente o estatuto de protecção de que usufrui:

Perímetro à altura do peito = 7,66 m

Altura = 7,25 m

Diâmetro da copa = 9 m



Esta árvore foi preservada por acção dos elementos que constituiram a comissão instaladora desta escola, que tiveram a sensibilidade para perceber que este era um exemplar de dimensões extraordinárias. Devido a esta vontade, foi possível evitar que esta oliveira sofresse o mesmo destino que muitas das outras árvores existentes no terreno onde foi edificada a escola.

Todas as árvores merecem um futuro...esta teve apenas um pouco mais de sorte do que a maioria. Como já escrevi aqui em ocasiões anteriores, ainda que a mutilação continuasse nas ruas das cidades portuguesas, as escolas deveriam ser exemplos de preservação do património arbóreo - para a comunidade escolar e para todos os demais.

Quando os que educam não dão o bom exemplo, não se pode pedir que os outros o façam...




P.S. - Definitivamente, esta árvore tem uma estrelinha da sorte a seu favor: há cerca de dois anos, um aluno da escola vendo entrar um rato para uma das cavidades existentes na base do tronco, decidiu introduzir no seu interior um objecto em chamas para queimar o referido animal.

Esta acção irreflectida acabou por atear um fogo à árvore, tendo sido necessário abafar o fogo (que consumia a árvore pela base a partir do respectivo interior), com a ajuda de terra para submergir o tronco em chamas.

Felizmente, dada a enérgica e rápida reacção, foi possível salvar a árvore. Há árvores com sorte...porque têm quem as ame e proteja.

3 comentários:

Joao Soares disse...

Belo exemplar e resistente.
Uma bela iniciativa escolar.
Um abraço
BioTerra

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Um abraço e bom fim-de-semana

Maria Lua disse...

Uma bela, majestosa e sortuda árvore esta! E sortudos são também aqueles que, com ela, convivem diariamente.
;)