domingo, junho 10, 2007

Um país, que destino?


Portugal está mais feio...

Urbanizações nas imediações da Senhora da Rocha (Armação de Pêra)

Marina de Albufeira

...mas, felizmente, ainda sobra um país com alma.

Senhora da Rocha



Rocha dos Soidos (interior do concelho de Loulé)


De Norte...

Parque Nacional da Peneda-Gerês (Brufe)

ao Centro...


Piódão

ao Sul...


Alentejo (paisagem ao sul de Beja)


...há ainda um país cujo futuro está por construir. Somos todos responsáveis, ainda não é tarde para salvar um dos países com maior biodiversidade e multiplicidade de habitats do continente europeu.

Começar a mudar no presente para garantirmos um futuro melhor para os portugueses é a melhor maneira de comemorar o 10 de Junho.

Ainda não é tarde, mas estamos a perder um país a cada dia que passa.

6 comentários:

Paulo disse...

Uma óptima maneira de celebrar este Dia.

Ana Patudos disse...

Acho que é muito importante todos nós lutar-mos par defender o que de melhor tem o nosso país e está tão maltratado.
O que nos vale é que ainda temos alguns recantos bem cuidados.
Vai ver o meu Pául dos Patudos e vê lá se não vale a pena lutar pela sua defesa.
fica bem
Ana Paula

ljma disse...

Parabéns por este post, Pedro. A gente até se esquece que este dia pode ter um significado!

Mig disse...

Pois... Vamos lá convencer quem dirige (manda?!)este país que o 10 de Junho não é gastar um balúrdio do meu dinheiro a passear a tropa e os F-16 "p´ra inglês ver".
O nosso D. Afonso Henriques conquistou-o a mouros e espanhois...
Nós atirámo-lo ao mar...
Cada um tem a sua maneira de gostar do seu país.

Pedro n. t. santos disse...

Claro que vale a pena lutar por este país...mal de mim, quando desistir de lutar.

Acho apenas que a minha geração, a dos trintões, está demasiadamente acomodada....costumo dizer que a geração dos nossos pais fez uma Revolução e já não se lhes pode pedir mais.

Por outro lado, acho que não evoluímos nada desde essa mesma Revolução e continuamos a atirar betão e cimento para cima de todos os nossos problemas; o discurso dos políticos é o mesmo há anos, nomeadamente no aspecto da defesa do ambiente e o desenvolvimento do país serem incompatíveis.
E isto é assim porque ainda encontra eco na maioria das pessoas...

Resta-nos não cruzar os braços e lutar por um país fabuloso; mas n ão é fácil, este é um país onde para a grande maioria das pessoas o patriotismo se resume a por a bandeirinha na varanda quando a selecção joga e pouco mais...separar o lixo, pagar impostos, parecer ser só para os "parvos"...pois bem, vamos tornar estes "parvos" numa imensa minoria e dar a volta a isto...

Amanhã pode ser sempre o primeiro dia do resto da vida deste país...

J. Galego disse...

Ainda há sítios muito bonitos mas é preciso uma vigilância constante porque a asneira está muito disseminada.
Cumprimentos
Júlia