domingo, março 25, 2007

Cemitério de árvores (pesadelo de um Domingo à tarde)



O local é a Queda do Vigário, freguesia de Alte (concelho de Loulé). Um local idílico para uma tarde de Verão, um pequeno paraíso...



O problema é que, como diz o poeta, o Homem sonha...e, por vezes, alguns desses sonhos tornam-se pesadelos...


As sombras incomodam e o Homem é por natureza alguém que adora "requalificar"...o resultado é o que se segue.

Sem
comentários, é uma paisagem portuguesa com certeza!

Por exemplo, se gostou da primeira imagem, que mostrava a queda de água, diga lá que a mesma imagem enquadrada com este belo suporte para toalhas de banho não favorece a paisagem?












2 comentários:

Anónimo disse...

Essa instalação parece ser de apoio a clube de tiro. Se é isso, abateram as árvores para desobstruir a visão para o exercío do tiro. E ainda dizem que o tuga não é esperto. É por isso que, com tanta esperteza como esta, este país, feitas as contas, está na fossa. Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

Pedro n. t. santos disse...

Podia ter publicado mais fotos e ainda assim acho que não conseguiria transmitir o "massacre" desta instalação...Eu, e as pessoas que estavam comigo, sentimos como se estivéssemos num cenário de filme tipo "sexta-feira 13", ou seja, que alguém tinha entrado ali com uma moto-serra e tinha feito aquilo por puro delírio doentio...Ou então, o objectivo foi mesmo desobstruir a vista!...

Ps- Tanta "esperteza saloia" já cansa. Há coisa nestes país que já cansam!