terça-feira, março 10, 2009

Árvores monumentais dos Açores

Araucárias monumentais - Madalena do Pico (Açores) - Fotografia de Vera Jorge


No continente português a classificação de árvores como sendo de interesse público é determinada pelo Decreto-Lei n.º 28468/38, de 15 de Fevereiro.


Na Região Autónoma dos Açores o diploma que regula a classificação e conservação de bens de interesse cultural é o Decreto Legislativo Regional n.º 29/2004/A, de 24 de Agosto.

O património classificado dos Açores está dividido em duas categorias distintas: Imóveis de Interesse Público e Imóveis de Interesse Municipal. O referido Decreto Legislativo Regional permite que possam também ser classificadas, em cada uma das classes anteriormente referidas, as árvores que possuam relevante interesse histórico ou grande relevância cultural.

A lista do património classificado nos Açores está disponível nesta página da Wikipédia. Na mesma é possível verificar a existência de diversos exemplares arbóreos classificados, nomeadamente no concelho da Horta (Faial).

6 comentários:

Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho disse...

Amigo Pedro, terias como nos conseguir o Decreto-Lei que regulamenta a classificação?

Abraço

Cesar

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Amigo Cesar,

Desconheço a disponibilidade dessa informação em formato online.

Vou tentar consegui-la sob a forma escrita e, posteriormente, combinaremos forma de envio.

Abraço.

pedro vicente disse...

Provavelmente através do Diário da Republica.abraços

© I.C disse...

Caro Pedro,

desculpe o meu português..! Sou da França, namourada com os Açores, especialmente pela ilha do Pico, e queria saber qual e o nome scientifico ou o nome mais "commun" dessa arvor que fica em toda a parte da ilha e que os picoenses chamam "encenso"...(mais o meno!?)
E uma arvor que cheira muito bom, mas acho que nao e loiro.
O pode ser!?
E tambem, tenho a mesma pergunta para o "pau branco".
Queria bem saber os nomes francês deles.
Muito obrigada pela sua ajuda
e boa continuaçao,
isabelle

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Cara Isabelle,

Estou em crer que se refere à espécie Pittosporum undulatum, originária da Austrália.

Nos Açores, como noutras partes do planeta, esta planta é uma espécie invasora, pelo que se deve ter bastante cuidado na sua introdução num dado habitat. Não sei qual é o seu nome vulgar em francês, mas é natural que a encontre em viveiros, pois é uma espécie muito disseminada (no entanto, volto a lembrar que é uma espécie que, se tiver condições favoráveis, pode crescer de forma desmesurada).



O pau-branco é uma planta que não conheço pessoalmente, mas penso que se refira à espécie Picconia azorica, que é uma espécie nativa dos Açores. Devido a ter uma distribuição muito limitada, duvido muito que tenha um nome em francês ou em qualquer outro idioma.

© I.C disse...

Ola Pedro,

muito, muito obrigada para todas essas precisoas!!!
Até logo e ainda obrigada,
isabelle