sexta-feira, março 21, 2008

Um fim e um novo começo



Podia ter escolhido qualquer outra árvore mas escolhi esta...Porque representa, em simultâneo, uma esperança no futuro e o desaparecimento de outra que, por razões desconhecidas, foi sacrificada à incompreensível vontade humana.

Sobram as hipocrisias nesta dia dito da Árvore (assim mesmo, com A maiúsculo! Como deveria ser todos os dias...). Haja esperança no futuro, nas vidas que agora começam e na capacidade do ser humano aprender.


Ainda acredito na árvore.



As árvores


Eu espero, sim, que essas árvores cresçam. Adormeço com elas todas as noites, embalado pela sua sombra. Lembro-as de memória, sobre a relva verde. Lembro as suas folhas, caindo de noite. Mesmo as que ainda não vi, eu espero que cresçam, que me esperem, que me abriguem nesse dia em que mais precisarei delas, ouvindo o ruído do mar não muito longe. Tenho, a cada minuto, saudades dessas árvores.

Francisco José Viegas


1 comentário:

Fenridal disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.