quarta-feira, abril 04, 2007

Here comes the sun...(adenda)

National Botanic Gardens - Dublin

Mais duas boas notícias relacionadas com árvores:

- O prazer de constatar que não sou o único a ter uma maternidade/infantário de árvores na varanda (admirar outras experiências aqui e aqui);

- As obras do Parque da Goldra avançam na Covilhã (ver reportagem fotográfica de Rui Peixeiro no blogue Máfia da Cova); o decorrer destas obras tem sofrido vários percalços, quer por constrangimentos financeiros, quer pelo já habitual desrespeito da Câmara Municipal por questões processuais (normais em países civilizados...) como o acompanhamento das obras por arqueólogos...é a cidade e o país que temos e hoje não me vou desviar mais dos aspectos positivos...

A cidade vai ganhar mais um espaço onde se poderá reconciliar com a Natureza, ao mesmo tempo que se requalificam as margens de um dos mais importantes cursos de água que atravessam a cidade.
Tendo em conta as obras anteriores, como a requalificação do Jardim Municipal ou o Jardim do Lago, as expectativas são elevadas. No entanto, não posso deixar de fazer algumas considerações:

- espero que a escolha das espécies a plantar tenha também em conta as espécies autóctones (e, em particular, as características desta região);

- que essa escolha tenha em consideração o espaço que as mesmas irão ter para crescer (para que ao menos as árvores deste parque possam escapar às podas camarárias e dar sombra a todos os que a procurarem);

- e, por último, que se tenha em atenção a altura em que será feita a plantação das árvores, já que se esta coincidir com o final da Primavera e o Verão, existe uma fortíssima probabilidade de muitas não sobreviverem.
National Botanic Gardens - Dublin

4 comentários:

Nádia Bonani disse...

Muito Lindo esse parque!!!
Amei...e obrigada pela sua visita ao meu blog!
Mais eu gostaria muito de trocarmos links!!!
Espero sua resposta!
Bjus e esperanças Nádia Bonani*

Xandra Frô disse...

Adorei este blog! Eu confesso...não percebo népia de podas...sou professora de hortofloricultura por imposição, porque eu é mais é...bolos, casamentos e batizados...e crochet!!!
Mas já agora faço uma pergunta: o que são os "ladrões" nas árvores? É que numa das aulas de hortofloricultura o jardeineiro mandou-me, com o meu grupo de alunos, cortar os "ladrões" das árvores e eu...de tesoura em riste, lá fui! Cheguei às árvores e deixei os miúdos fazerem o trabalho, uma vez que disseram k sabiam o k estavam a fazer...quando o jardineiro apareceu...se pudesse batia-me...só n bateu pk sou professora e maior que ele...quem sou eu? Adivinha lá!!!!
Bjufas gorduxas nessa cara laroca...que conheco do jornal "Já Agora"!!!

Pedro n. t. santos disse...

Nádia,

Se você desejar pode-me enviar um e-mail para a minha morada asombraverde[at]gmail.com e, em resposta, eu lhe envio as ligações que eu considero mais úteis, pelo menos ao nível de Portugal, Espanha e da restante Europa, em geral.
Obrigado,bjs


Xandra,

Não sei se será fácil explicar-lhe o que são os "ramos ladrões", vou tentar simplificar:

- Na extremidade de um ramo existe o chamado gomo terminal, responsável pelo alongamento do mesmo.
- Quando se corta um ramo vai-se eliminar este gomo terminal e aí podem ocorrer duas situações:

1ª) se na proximidade do corte existirem gomos laterais (gomos que possuem a capacidade para formar novos ramos com alguma ordem)estes irão então produzir novos ramos, que poderemos seleccionar, consoante a forma desejada;

2ª)Mas, se na proximidade do corte não existirem gomos laterais, isso fará "despertar" os gomos adventícios que darão origem a numerosos ramos "desordenados" - são estes os ramos ladrões.

Um poda pode-se justificar, por exemplo, para eliminar estes ramos ladrões. Mas esta deverá ser sempre efectuada por pessoas com os conhecimentos técnicos adequados; não nos esqueçamos que isto corresponde a uma espécie de cirúrgia e, imagine, se estivéssemos a falar de uma operação a um ser humano, nós não iríamos admitir que esta fosse realizada por "aprendizes de feiticeiro", pois não?


Não nos esqueçamos do seguinte: uma poda mal feita é o pior que pode acontecer a uma árvore!

Termino recomendando uma obra sobre a poda das árvores e que é considerada muito boa pelos entendidos na matéria:

"A Poda das Árvores Ornamentais" de Emmanuel Michau; Editada pela FAPAS.

A melhor maneira de a conseguir será contactando directamente a FAPAS:

Fapas - Fundo para a Protecção dos Animais Selvagens
Rua Alexandre Herculano, 371 4º dto - 4000-055 Porto - Portugal
Telefone: 222 002 472 Fax: 222 087 455
E-mail: fapas@claranet.pt

Espero ter sido útil. Beijos

Xandra Frô disse...

Obrigada! Estou esclarecida!
Vou continuar a visitar este blog pois acho-o o máximo!
Sucesso e felicidades!
Eu tambem tenho alguns blogs...mas de horta, plantas, jardinagem,verde e natureza não têm nada...há uma pessoa que conhece que poderá indicar-lhe os blogs em questão...espero receber a sua visita virtual em breve!
E já agora, Boa Páscoa e cuidado com as amêndoas...dão-nos cabo dos dentes e do "castrol"!