quarta-feira, maio 14, 2008

Prossegue o abate de árvores no concelho de Loulé

Quarteira (fotografia de João Martins)

- Continua o abate de árvores no concelho de Loulé, desta vez em Quarteira. Já adivinhamos a "desculpa" oficial: uma qualquer requalificação!


- A Estradas de Portugal abateu nos últimos dias várias árvores centenárias plantadas ao longo da EN 349-3, entre Tomar e Torres Novas. Espero ansiosamente pelos relatórios técnicos que fundamentem devidamente esta decisão (estou a ser sarcástico!).
E pensar que já houve um tempo em que a antiga JAE (antecessora da Estradas de Portugal) plantava árvores ao longo das estradas deste país...

- Do Cântaro Zangado: a nova página do Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE) está pronta a ser consultada.

- D' O Elogio da Sombra: "Arbutus do Demo", um novo parque botânico para ser visitado em Vila Nova de Paiva.

- O jornal , publicação da cidade brasileira de Porto Alegre, traz na sua última edição uma referência à Sombra Verde, a propósito do impacto da luta do movimento Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho. Muito obrigado.
E, sobretudo, espero que os cidadãos de Porto Alegre nunca desistam de lutar pela preservação dessa rua, autêntico hino de amor às árvores que inspira todo o mundo a preservar o verde nas cidades.

3 comentários:

João Martins disse...

Mais uma vez parabéns. Um bom exemplo português para as boas gentes do Brasil!

Admirável!
Cumprimentos
João Martins

as-nunes disse...

É caso para perguntar. Para quando um Provedor do Ambiente? E iria mais longe, eleito pela Assembleia da República e com poderes para actuar cautelarmente face a denúncias.
Não estou a brincar. Nem o caso é para brincadeiras. O Futuro do nosso Planeta está em jogo.
E a maior parte dos homens andam completamente alheios à necessidade imperiosa de cada um de nós fazer a sua parte pela preservação das nossas árvores, espaços verdes, cultivar produtos agrícolas, proteger os jardins públicos, reivindicar nas Autarquias mais acção em prol do Verde.
Há que abrir os olhos e reparar na Natureza de que fazemos parte integrante.
Enquanto é tempo!
António
ps: parabéns, Pedro, pelo reconhecimento que está a ter pelo trabalho incansável no "Sombraverde".

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

João,

O mérito é todo vosso, ou seja, dos blogues de Loulé que se uniram em torna da causa das árvores do concelho.
Louvo o vosso empenho e persistência porque não é uma causa fácil, já que me Portugal é tão comum assistir-se à "poda" ou "corte" de árvores em nome de "requalificações", que as pessoas já as consideram "normais" e, como tal, não se revoltam...

Sem que isto assuma o contorno de uma "crítica", não posso deixar de estranhar o (aparente) siêncio da "Almargem" a este respeito; e se assim não for, ou seja, se a "Almargem" já emitiu algum comunicado sobre o abate de árvores em Loulé, peço as maiores desculpas.




António,

Um Provedor do Ambiente, sobretudo se o cargo fosse ocupado por uma pessoa com conhecimento de causa, forte personalidade e acesso fácil à comunicação social, poderia fazer todo o efeito.
Alguém dentro da área do ambiente mas com um perfil como o da Dr.ª Maria José Morgado; ou seja, alguém como a Dr.ª Luísa Schmidt, por exemplo.

Algumas autarquias, como é o caso de Coimbra, já têm essa "figura", mas desconheço os efeitos práticos da mesma.

Obrigado pelo elogio, que partilho com todos os leitores da "Sombra...", os quais me fazem chegar muita informação e fotografias.

Forte abraço e bom fim-de-semana.