sexta-feira, maio 02, 2008

Olaia da serra

Olaia (Cercis siliquastrum L.) - Serra da Estrela (Covilhã) 2008-04-26

- Notícia que me chegou através do Luís Gil: Fórum ibérico quer legislação específica em defesa do montado (ver aqui e aqui).

- Será um centro comercial aceitável a troco da plantação de 9000 árvores?

- Em Matosinhos, uma rotunda pode vir a provocar o abate de alguns carvalhos. O presidente da Câmara Municipal de Matosinhos garante: "Nós tratamos das árvores de uma forma sempre muito cuidada em Matosinhos. Quando podemos transplantar as árvores, transplantamos. Só abatemos árvores que não estejam em boas condições cinegéticas (?!)". Ler a notícia aqui.

- Ruas arborizadas protegem crianças da asma.

- Mais uma história em que os plátanos assumem o papel de vilões. Em Portugal, claro! Mas o interessante é ver que também há quem os defenda com afinco. Para ler aqui.

- Uma árvore levou mais de 7 anos a chegar e partiu em 2 meses. Em Braga.


Bom fim-de-semana.

4 comentários:

João Martins disse...

Continua o abate de árvores na Avenida José da Costa mealha em Loulé. Deixo o site para consulta.
http://macloule.blogspot.com/

O seu blogue deveria ser considerado instituição de utilidade pública.

Abraço!
João Martins

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

João,

Obrigado pelos elogios, embora uma parte significativa do mérito se deva igualmente aos leitores que me enviam fotografias e notícias. Sem esquecer o apoio do Miguel Rodrigues.

Em relação à situação em concreto de Loulé, talvez fosse tempo de levar a luta da "internet/blogosfera" para a rua, ou seja, criando uma "banca" na Avenida Costa Mealha onde se fizesse a recolha de assinaturas para a petição que decorre e se desse mais publicidade a esta causa.

Um abraço e força!

Lucia disse...

Lindas as Olaias, Pedro!
Vou fazer um link para a noticia sobre ruas arborizadas evitar a asma em crianças, muito interessante ! Que a primavera continue mais florida e menos torturante para nossas amigas árvores, por aqui a coisa anda assim também. A tal da terceirização por parte das prefeituras - quanto mais árvores as empresas cortam e mal, mais as empresas ganham .. A ignorância e a ganância juntas e de braços dados...
Abs.

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Olá Lucia,

Esta questão da relação entre a asma e a arborização das ruas das cidades necessita ainda de mais estudo mas, por algum motivo, as pessoas que vivem nas cidades apresentam mais patologias respiratórias do que as que vivem no campo.
Muitas vezes o pólen das árvores é uma das "desculpas" para podar as árvores das cidades devido às supostas alergias que provoca. É evidente que há pessoas que são alérgicas ao pólen das árvores (e de muitas outras plantas) mas então a solução seria cortar "todas" as árvores das cidades. Está mais do que provado que a poluição atmosférica potencia as doenças respiratórias. Se assim não fosse, as pessoas que vivem rodeadas de florestas teriam invariavelmente mais problemas de alergias do que as que vivem nas cidades!

As olaias têm uma floração espectacular (também existem olaias de flor branca). No entanto, existe neste momento um aviso por parte da equipa da Universidade de Coimbra que estuda as plantas invasoras em Portugal, sobre o potencial invasivo desta espécie.

Abraço