segunda-feira, setembro 25, 2006

Caçadores de árvores

Se já não têm mais imaginação para passeios de Domingo, aqui fica uma sugestão: descobrir árvores! Não apenas qualquer árvore, mas as maiores, as mais bonitas, as mais velhinhas...! Talvez não seja logo à primeira, mas decerto acabarão por descobrir exemplares dignos de nota...quiçá mesmo dignos de serem classificados de interesse público!


O passeio que dei a semana passada ao Alentejo, com o meu colega "caçador de árvores", Miguel Rodrigues, acabou por resultar na descoberta de dois sobreiros que suponho não estarem ainda classificados, mas que são dois exemplares magníficos.

O primeiro situa-se na aldeia de Santa Margarida do Sado, no início de um caminho de terra batida que conduz à Herdade da Abrafama (Outeiro da Mina). Trata-se de um exemplar algo escondido, não sendo muito notável pela sua altura, mas antes pelo perímetro do tronco. Infelizmente, na altura não dispúnhamos de uma fita para medir o perímetro, mas num cálculo aproximado, arriscaria afirmar que não deverá ficar longe dos 4 metros.




Sobreiro em Santa Margarida do Sado

(Nota: Na Herdade da Abrafama situa-se um outro sobreiro notável, já classificado como árvore de interesse público, o qual foi o motivo que nos levou àquelas paragens...infelizmente para nós, esta árvore situa-se no interior da propriedade, o que sem contacto prévio com o proprietário da herdade impede a sua localização no interior da mesma)...No entanto, a descoberta deste sobreiro em S. Margarida do Sado acabou por fazer com que não déssemos por perdido o nosso tempo...)


O outro sobreiro situa-se na estrada N258, entre o Alvito e a Vidigueira, bem à beirinha da estrada (a excitação pela descoberta desta árvore foi tanta que nem apontámos o km exacto em que se situa!). Para esta árvore acabámos por improvisar uma corda com a qual medimos o P.A.P. , tendo obtido um valor de mais de 4 m. O facto de se situar abaixo do nível da estrada acaba por criar a ilusão de não ser uma árvore de grande porte mas, como se pode observar pela fotografia, apresenta um perímetro de copa assinalável. (Nota: Tenham o cuidado de ampliar a fotografia e reparar no canto inferior esquerdo da mesma, onde o autor deste blog serve para atestar da grandiosidade deste sobreiro!)


É sem dúvida um belo sobreiro e irei tomar todas as providências para verificar se o mesmo se encontra já protegido, pois em caso contrário, tenciono tomar a iniciativa de propor a sua classificação como árvore de interesse público.

Sobreiro na N258 entre o Alvito e a Vidigueira

4 comentários:

RS disse...

Ora viva quem é uma Sombra... Verde! Cheguei via Sargaçal e cá voltarei de mote próprio.

Longa vida e bom vento!
RS

RMatos disse...

Boas!
Mais um via Sargaçal!
Relativamente a arvores imponentes, aconselho a visita à "quinta do adamastor", www.quintadoadamastor.com freguesia de Figueiró da Serra, concelho de Gouveia. O eucalipto e os cedros de lá, são de facto imponentes. a ultima medição do eucalipto foi perimetro 14m. e por tempor ja foi meu. Não te vais arrepender da viagem.
podem ver 1 foto do mesmo no site que coloquei acima. o jardim é de um complexo turistico, mas eles deixam visitar.
abraço e boas aventuras.
RMatos

pedro n. t. santos disse...

Já tive oportunidade de ir ao site www.quintadoadamastor.com e , de facto, fiquei com vontade de ir conhecer a quinta...De resto, que seja do meu conhecimento, em Gouveia existe também um carvalho-alvarinho notável, mais concretamente, em Aldeias.
Obrigado pela dica, abraço

RMatos disse...

bOAS!
Ja me tinha esquecido desse! nas aldeias o carvalho é mesmo ao lado da igreja. aconselho ainda a visita a cidade de Gouveia, junto ao Centro Republicado (junto da ribeira) ao pé da paragem dos autocarros. há la um Plátano também bem constituido. Diz qq coisa quando andares por lá.
Abraço
RMatos