segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Publicidade enganosa

Como é evidente, nada me move contra o projecto de reciclagem Green Cork (uma iniciativa da Quercus).

O problema é que em certos centros comerciais, para chamar a atenção para este projecto, foram colocados sobreiros dentro de vasos. Até aqui nada de especial, excepto...Excepto pelo facto de ter sido alertado, pela segunda vez, para a morte destes sobreiros envasados (desta vez, segundo denúncia de um leitor deste blogue, ocorreu no Picoas Plaza).

Esta situação, seja ela responsabilidade da Quercus ou da administração dos centros comerciais, em nada favorece a imagem desta campanha. Também me parece que não se pode desculpabilizar esta situação apenas porque estes sobreiros provêm de viveiros, pois muito mal estaríamos se alguém os tivesse ido buscar a uma qualquer mata!

O que não faz sentido é uma campanha de reciclagem de rolhas de cortiça, com cujos fundos se pretende financiar campanhas de reflorestação com sobreiros, ser publicitada com árvores que são deixadas morrer pela mais pura e completa das negligências.


P.S. - Como forma de sossegar alguns espíritos mais sensíveis à crítica...Sim, esta situação foi comunicada, via correio electrónico, para: quercus(at)quercus.pt e lisboa(at)quercus.pt

ADENDA: Recebi um amável e-mail de Alexandrina Pipa, coordenadora do Projecto "Green Cork" da Quercus, explicando-me que irão averiguar a situação, caso a caso, procedendo à remoção dos sobreiros que estejam secos e à plantação, nos jardins do respectivo centro comercial, dos sobreiros que se encontrarem sãos. Obrigado.

3 comentários:

pedro vicente disse...

Caro Pedro.
obrigado por nao deixares passar isto em branco,e obrigado por continuares a passar uma mensagem ética no teu blog sempre que podes,sempre que precisares,eu estarei ao dispor ( foto de algo em lisboa,algarve,o que me for possível)
um grande abraço

Anónimo disse...

Para quê publicar isto num blog quando se calhar bastava enviar um email para os responsáveis da campanha. Mas são assim os blogs, só conversa...

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Aprecio, sobremaneira, quem considera os blogues tão inúteis e cheios de "conversa" e, ainda assim, perde tempo a lê-los.

Sobretudo quando desconhece quem escreve neles...Desconhece que o autor, enquanto professor, também possui um programa (ainda que modesto)de recolha de rolhas para reciclar (por sinal mais antigo que o da Quercus). E deve ainda desconhecer que o meu colega António Rocha, que por sinal também tem um blogue, já recolheu mais de 5 toneladas de rolhas, em Loulé, e anda nisto há muitos anos...

Mas claro que isto a malta dos blogues só tem é conversa e nada faz pelo país...

Desconhece, igualmente, que estou há mais de meio ano à espera que a Quercus me responda a um e-mail por causa de um caso que envolve o previsível abate de 3 000 sobreiros na Covilhã.
Como sem resposta ficaram e-mails que enviei para a DGRF (agora ANF)e para a CM da Covilhã, por vários assuntos (e o mesmo se aplica a faxes).
Como sem resposta ficam as cartas abertas que tenho feito publicar em jornais da minha região, porque as que seguem pelos correios terão o mesmo destino de e-mails e faxes.

Mas estou sempre disposto a sugestões e gostaria muito que me ajudasse, e aos leitores da "Sombra verde", a melhorar alguma situação em concreto.

Diz o senhor (ou a senhora?!) que a "conversa" é típica dos blogues. Talvez...Tanto como criticar os outros e nem sequer ter a atenção de assinar, com o nome próprio, aquilo que escreve.