domingo, janeiro 18, 2009

Poesia verde

Domingo. Araucária. Vila do Bispo.


A poesia anda à solta...É só preciso saber como agarrá-la sabendo que, tal como a liberdade, esta não pode ser encarcerada.

5 comentários:

Ulis Egitano disse...

Olá, Pedro.
Aqui fica um bom postal com uma boa mensagem:

http://3.bp.blogspot.com/_diXBXOByJ1g/STQ_lkA-mzI/AAAAAAAAAS4/KsPQBc3DAkw/s1600-h/postal136.jpg

Um abraço

Ulis Egitano disse...

Ups!!! Esqueci-me de assinar!

(Foi só com o pseudónimo).

Luís Reis

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Simples...Mas verdadeira.

Lembra o livro "A árvore generosa" de Shel Silverstein; um livro para crianças que todos os adultos deveriam ler.

Abraço.

Rafael Castellar das Neves disse...

Sensacional! Simples e profundamente tocante. Gostei muito!

Abraço,

Rafael

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Caro Rafael,

Obrigado pelo seu comentário. Penso que as "boas vibrações" deste dia transparecem na fotografia. Mas o mérito maior é da paisagem...

Volte sempre.