domingo, setembro 14, 2008

Subitamente, a perfeição feita árvore

Tulipeiro (Liriodendron tulipifera L.) - Jardins da Casa das Artes (Porto) - Fotografia de Miguel Rodrigues


Há qualquer coisa de mágico numa árvore que tem a humildade de tocar, com os seus ramos, o mesmo chão que nós pisamos...


Tulipeiro (Liriodendron tulipifera L.) - Jardins da Casa das Artes (Porto) - Fotografia de Miguel Rodrigues


P.S. - Outras imagens deste tulipeiro no Dias com Árvores.

8 comentários:

Maria disse...

I think that I shall never see
A poem lovely as a tree.

A tree whose hungry mouth is prest
Against the sweet earth's flowing breast;

A tree that looks at God all day,
And lifts her leafy arms to pray;

A tree that may in summer wear
A nest of robins in her hair;

Upon whose bosom snow has lain;
Who intimately lives with rain.

Poems are made by fools like me,
But only God can make a tree.

Joyce Kilmer, Trees

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Olá Maria,

Bem-vinda à Sombra...

Este poema do Joyce Kilmer é um dos mais bonitos que conheço sobre árvores. Obrigado por me relembrar as suas palavras.

P.S. - Não pude deixar de reparar que escreve de Braga, cidade que bem conheço e que possui igualmente dois magníficos tulipeiros: o primeiro nos jardins do Museu dos Biscaínhos e o segundo, bem perto, no jardim da Casa do Passadiço (ambos inconfundíveis pelo seu porte). Hei-de escrever sobre eles...

Maria disse...

Olá.

Posso tratar-te por tu? :)

Talvez me possas fazer um grande, mesmo muito grande, favor: sabes de algum carvalho com visco? Eu adorava encontrar um carvalho com visco, mas até agora nunca vi nenhum. :(

Obrigada. :)

Maria disse...

Já agora, conheces o programa ENO
Tree Planting Day?

ENO Tree Planting Day 2008, ocorrerá dia 22 de Setembro, o dia do equinócio de outono. O propósito é que em todos os lugares do mundo, todas as pessoas se possam envolver e, ao meio dia, participar no mesmo: plantar árvores.

Parece-me uma iniciativa fantástica!

http://enotreeplanting2006.blogspot.com/

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Maria,

Evidentemente que não há problema quanto ao tratamento por "tu".

Em relação aos viscos, a única espécie que parasita os carvalhos, tanto quanto sei, é a Viscum album. Desconheço a sua ocorrência espontânea em Portugal.

Não conhecia essa iniciativa de plantação de árvores, a qual me pareceu bastante interessante. Em particular porque, em países como Portugal, o Outono é uma altura mais propícia para plantar árvores.
Aliás, foi em parte por esse motivo, que se estabeleceu o dia 23 de Novembro como o dia da floresta autóctone, como forma de levar as pessoas a substituir o hábito de plantar árvores a 21 de Março.

Obrigado pela informação.

Nelson Lima disse...

Olá a todos,
Tenho de dizer que me parece muito cedo fazer plantações durante o mês de Setembro.
Da maneira como o clima se tem comportado, podemos sóter chuvas lá para Novembro. Além disso as espécies caducifólias ainda não deixaram cair as folhas. Sendo apenas aconselhavél os transplantes ou plantações após a dita queda das folhas.

Pedro continua...

ljma disse...

"Há qualquer coisa de mágico numa árvore que tem a humildade de tocar, com os seus ramos, o mesmo chão que nós pisamos..."

Também há qualquer coisa de mágico no olhar que o nota e que o exprime tão eloquentemente.

Parabéns e obrigado

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

José,

Muito obrigado.

Aconselho-te a que de uma próxima vez que visites o Porto, consigas arranjar tempo para visitar os jardins da Casa das Artes (fica junto ao Botânico, no Campo Alegre, não muito loge da Avenida da Boavista).

Verás que o mérito é todo da árvore...É um ser inspirador!

Quase que diria que vale a pena ir ao Porto só para ver este tulipeiro. É uma das árvores mais bonitas que conheço em Portugal!

P.s. - Terás apenas que ter a mesma sorte que eu tive, ou seja, apanhar os jardins da Casa das Artes abertos, situação que não é muito comum.