sábado, julho 12, 2008

Boas notícias

Fotografia do blogue Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho


O meu amigo Cesar que me perdoe, ele que até teve a gentileza de me avisar com antecedência, por só agora referir a cerimónia de classificação* dos túneis de árvores de algumas ruas de Porto Alegre.
O acto solene que oficializou a protecção dessas ruas decorreu no passado dia 28 de Junho. Este processo resultou de perseverança da Moinho Vive - Associação dos Moradores e Amigos do Bairro Moinhos de Vento (Porto Alegre).


* Tombamento em português do Brasil.

Esta cerimónia ocorreu no mesmo mês em que se comemorou o 2º aniversário da classificação da Rua Gonçalo de Carvalho ou, como aqui a baptizei em Março passado, a rua mais bonita do mundo.


Parabéns a Porto Alegre por ter cidadãos que se esforçam por preservar o património da sua cidade e por ter autoridades municipais que reconhecem e dão força de lei a essa vontade.

Parabéns por não desistirem e obrigado por amarem as árvores!


Saibamos por cá aprender com este exemplo, quer ao nível do empenho dos cidadãos em causas comuns, quer ao nível da actuação do poder político na preservação do património natural e cultural das cidades.


Azinheira (Quercus rotundifolia Lam.) - Exemplar classificado (Herdade das Pias - Mértola)

Através de um e-mail do João Vaz, do blogue O Ambiente na Figueira da Foz, apercebi-me que a Direcção-Geral dos Recursos Florestais tem novamente disponível a lista de árvores classificadas por distrito e concelho. Podem consultar essa lista aqui.

Esta informação está agora mais completa, disponibilizando as medidas de cada exemplar, uma imagem do mesmo e a respectiva localização com recurso a coordenadas. Uma outra funcionalidade que me agradou, para além de cada árvore ter agora uma ficha identificativa bastante completa, é o facto de a cada uma destas fichas corresponder uma hiperligação permanente.

Deste modo, pude confirmar que a azinheira sobre a qual aqui escrevi no passado dia 30 de Junho é mesmo o exemplar classificado em 1997, situado na Herdade das Pias (Mértola) - ver aqui a respectiva ficha na página da Direcção-Geral dos Recursos Florestais.

Parabéns à Direcção-Geral dos Recursos Florestais por esta iniciativa, esperando que agora que reformularam a respectiva página na internet, encontrem o tempo para responder ao pedido de classificação de 3 árvores que enviei, através de carta, no início do último Outono; ou que, no mínimo, me respondam ao e-mail enviado no início de Abril, precisamente a inquirir sobre a ausência de resposta a esse pedido.

4 comentários:

Júlia Galego disse...

Pedro, é, de facto, uma boa notícia a informação sobre as árvores classificadas. Já fui ver o que há nos distritos de Évora e Portalegre e verifiquei que há muito poucas árvores classificadas.
Há, parece-me, duas que talvez não ficassem mal na lista: os plátanos de Reguengo (Portalegre) e Santa Eulália (Elvas). E, eventualmente, os três plátanos de Borba. Deve haver mais, sobretudo Quercus, por estas herdades...
Bom domingo

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Olá Júlia,

Apesar das podas assassinas, nas cidades e também nos campos (quantos árvores deformadas não se vêm nesses montados?!), o nosso país tem ainda um número assinalável de árvores notáveis.

A lista apresentada pela Direcção-Geral de Recursos Florestais parece-me claramente aquém da realidade. Repare que duas das árvores que propus para classificação, o carvalho de Aldeias (Gouveia) e a sequóia (Sabugal), são duas árvores fabulosas e monumentais, há muito referenciadas (nomeadamente no fabuloso trabalho do engenheiro Ernesto Goes; aliás, bastaria seguir essa obra dos anos 80 e classificar grande parte das árvores aí referidas).

Aconselho-a a visitar o sobreiro de Póvoa e Meadas (Nisa). Mesmo da estrada, é uma árvore fabulosa que enche o coração a todos os que amam as árvores.

Boa semana.

Amigos da rua Gonçalo de Carvalho disse...

Obrigado, novamente, Pedro.
Mais que nunca a cidadania tem que manifestar-se em favor da melhor qualidade de vida e em defesa do meio ambiente.
Como sempre, somos poucos. A grande maioria da população ainda olha para o lado, como se esses problemas a serem enfrentados não fossem de todos.
A vitória do bom senso, no caso do tombamento de várias vias no bairro Moinhos de Vento, deverá estimular mais gente a participar nessa causa.
Abraços a todos os "lutadores" daí.

Rodrigo Cardia disse...

E ainda tem mais aqui em Porto Alegre, Pedro.
Há um projeto para tombar outros vários túneis verdes de Porto Alegre, que será votada pela Câmara Municipal. A pedido dos Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho, foram incluídas duas ruas do bairro Floresta: a Paraiba (talvez tão bela quanto a Gonçalo de Carvalho, e também ornamentada por tipuanas) e a Pelotas (onde o túnel verde é formado por jacarandás, que florescem na primavera).
A última tem um valor especial para mim, por ser a rua onde morei até pouco antes de completar 11 anos de idade. Meu pai (o Cesar) a escolheu para morarmos pouco antes de eu nascer, em outubro de 1981 - ou seja, em plena primavera, quando a Pelotas tem não só um túnel, mas também um tapete de flores.
Infelizmente (e por incrível que pareça), não temos fotos da rua Pelotas. Fica registrada aqui a promessa de a fotografar no próximo mês de outubro.

Abraços

P. S.: Escrevi também um texto sobre a rua no Cão Uivador, no último dia 7.