terça-feira, julho 01, 2008

Haverá sempre "Dias com Árvores"



É justo dizer que, sem eles, a "sombra verde" nunca teria existido. O fim é sempre o princípio de outra coisa qualquer, talvez ainda melhor...Até sempre, Manuela, Maria e Paulo.

5 comentários:

as-nunes disse...

Mas, pois quê?
Vai acabar o blogue?
Não acredito que avance com essa ideia!
Estou errado, a sonhar com certeza!
Até amanhã.
António

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Amigo António,

Só depois de ler o seu comentário é que me apercebi que o meu texto poderia ser entendido como de despedida.

É de uma despedida que se trata, mas dos amigos do "Dias com árvores". De qualquer forma, alterei a mensagem para evitar confusões.

Nós vemo-nos amanhã e, em relação aos amigos do "Dias com árvores", esperamos revê-los em breve.

Um abraço

Maria Lua disse...

Pedro,

é uma perda muito grande... O que eles fizeram pela natureza nestes quatro anos não tem preço.
Só espero que depois das férias regressem de novo ou estaremos a perder demasiado para quem não gosta de natureza em Portugal.
Nem sei que diga, apenas que é uma imensa tristeza esta notícia...

Paulo Araújo disse...

Obrigado, Pedro. Como bem mostra o Sombra Verde, o nosso assunto (árvores e plantas) anda longe de se ter esgotado. Mas, depois de quatro anos de publicação quase diária, entendemos no Dias com Árvores que era melhor fazermos uma pausa (definitiva ou não) antes que o cansaço se notasse muito.

as-nunes disse...

Viva Pedro
Mais tarde apercebi-me que, de facto, quem estava de despedida, era o dias.com.arvores. A surpresa foi muita, mas as justificações são aceitáveis.
Tudo tem um princípio e um fim, pelo menos na forma em que o conhecemos, enquanto vivo. Depois logo se verá, que não vou tão longe como ia o Fernando Pessoa. Para ele só havia o Nada...
Ele há momentos...
Um abraço
António