quinta-feira, junho 12, 2008

Ainda o corte de árvores em Tomar

Azinheira (Quercus rotundifolia Lam.) -Estrada Serpa/Vila Verde de Ficalho - fotografia de Miguel Rodrigues

- Ainda o corte de árvores na EN 110, em Tomar. A Estradas de Portugal, louve-se a atitude, dignou-se a prestar alguns esclarecimentos sobre esta situação, para... Pois bem, para responsabilizar outra empresa do Estado, a Refer.
Com um bocadinho de imaginação, a Estradas de Portugal ainda conseguirá arranjar motivos suficientes para cortar todas as árvores que ladeiam as estradas deste país, evitando o "aborrecimento" de se responsabilizar pela respectiva manutenção.

- Prosseguindo a "moda" de plantar árvores para "salvar o mundo", a General Motors convida as pessoas a calcular a sua "pegada de carbono".

P.S. - Uma vez que se aproxima o final de um período lectivo, com todas as obrigações profissionais que tal acarreta, será natural que o ritmo de publicação abrande nos próximos dias.

2 comentários:

as-nunes disse...

Ora abóbora, como dizia um professor que tive no Secundário, de Física.
As árvores é para ficarem o mais possível na vertical do mesmo lugar.
Quem não está bem que se mude.
Enquanto não formos capazes de pensar e actuar assim, não há Futuro para este planeta.
António

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

É necessária persistência!...

Nos nossos blogues e no dia-a-dia, vamos fazendo o que podemos, de acordo com a nossa disponibilidade.

É necessário continuar a denunciar o que está mal e continuar, por outro lado, a divulgar o que está bem.

Temos que tentar mudar as mentalidades uma a uma, no que concerne à forma como se trata a árvore no nosso país.

Um abraço