quarta-feira, fevereiro 28, 2007

Doidos por freixos

Freixos [Ferro (Covilhã)]

Não adianta negá-lo, os freixos (Fraxinus angustifolia Vahl) estão entre as minhas árvores preferidas, sobretudo pelo sua inconfundível silhueta invernal.

Já em textos anteriores, tinha feito referência a freixos monumentais em Trancoso e na estrada entre Castelo de Vide e Marvão.

Em Trancoso, tal como referido por Ernesto Goes (Árvores Monumentais de Portugal), existia o mais conhecido freixo do país, o qual foi derrubado pelo grande ciclone de 1941. As últimas medições conhecidas datam de 1937 e indicavam que esta árvore possuía uma altura de 33 m e 7,35 m de perímetro do tronco (a 1 m de altura do solo).

Freixo de Trancoso (derrubado pelo ciclone de 1941)

Curiosamente, também o blogue Dias com Árvores , dedicou ontem um texto a um freixo monumental existente em Vermoim (Maia).

7 comentários:

ljma disse...

Plantei um freixo no meu quintal. Ainda não é um gigante, mas vai bem lançado com os seus dois metros e meio...

Pedro n. t. santos disse...

Vê lá se resistes à tentação da poda, eheh!!

ljma disse...

Não sei... Aquele "design" que fotografaste no parque industrial é deveras modernaço... Claro que também se pode experimentar nas mãos dos "designers": em cada uma, cortar quatro dedos e deixar o quinto, apenas...

Anónimo disse...

Há tambem um freixo com idade muito consideravel no jardim em Penafiel. o freixo encontra-se enfrente ao busto de Egas Moniz.

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Caro anónimo,

Caso queira, sinta-se à vontade para enviar imagens desse freixo.

Cumprimentos.

Manuel Traquina Abrantes disse...

Agradeço informação sobre maneira de podar freixos seculares existentes noadro da minha terra

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Caro Manuel Abrantes,

O meu único conselho é que não entregue a poda dessas árvores a nenhuma empresa que não tenha técnicos credenciados em arboricultura.

Existem hoje dezenas e dezenas de pequenas empresas a fazer este tipo de serviços, por preços baixíssimos, mas com pessoas sem qualquer tipo de formação técnica para podar árvores, que mais não fazem do que destruí-las em poucos minutos.

Cumprimentos.

p.S. Se desejar mais detalhes, contacte-me por e-mail, sff.