sábado, novembro 04, 2006

Recordação de férias

A iniciativa "Um milhão de carvalhos para a Serra da Estrela", fez-me relembrar um pedaço das minhas férias do último Verão, passadas no Parque Natural do Montesinho e, no vizinho, Parque Natural del Lago de Sanabria (na zona noroeste da província de Zamora).

Puebla de Sanabria

A ideia de repovoar a Estrela com o seu carvalho mais representativo, fez-me regressar a Sanabria, onde existem ainda bosques imensos, mares a perder de vista, de carvalho-negral (Quercus pyrenaica Willd.). Durante toda a visita, não pude deixar de sentir que estava a fazer uma visita ao passado, a um tempo em que a Serra da Estrela estava coberta por imensos carvalhais desta espécie...


Bosque de carvalho-negral





Matagal de carvalho-negral


É uma viagem que recomendo, não apenas aos amantes da Estrela (embora para estes possa ter um encanto especial dada a similitude de paisagens), mas a todos os amantes da montanha e da Natureza, em geral; até porque, Sanabria guarda outros segredos, como o maior lago de origem glaciar da Península Ibérica (ocupa uma área aproximada de 318 ha e tem uma profundidade máxima de 51 metros).


Lago de Sanabria


Lago de Sanabria


E não se pense que o nosso Montesinho fica atrás, com um mosaico de paisagens, onde o carvalho-negral também marca presença (a vizinha Serra da Nogueira tem os mais extensos carvalhais desta espécie em território nacional), bem como a azinheira e extensos bosques ripícolas de amieiros, choupos e freixos. A (re)descobrir, com urgência...



Aldeia de Rio de Onor

2 comentários:

Anónimo disse...

Durante uma pesquisa sobre Carvalhos fui parar ao teu infantário de árvores. A ideia pareceu-me muito interessante e como tambem tenho uma varanda com espaço estou disposto a arriscar. Que tipo de dicas, truques e informações me podes dar?
Obrigado.

Joel Carvalho
joelcarvalho@netvisao.pt

pedro n. t. santos disse...

As minhas dicas são as seguintes:
- as bolotas germinam com relativa facilidade, ao contrário de algumas sementes que exigem exposição prolongada ao frio ou a um ácido, por exemplo;
- têm apenas uma particularidade que lhes é desfavorável,que é o facto de perderem a capacidade de germinar com relativa rapidez; isto implica que devam ser semeadas num prazo relativamente curto desde que amadurecem e caem das árvores;
- o período de amadurecimento varia de espécie de carvalho para espécie de carvalho e de região para região mas, generalizando, vai desde finais de Setembro aos primeiros dias de Novembro;
- depois, é só colocar a bolota na terra e mantê-la ligeiramente humedecida...o excesso de humidade poderá levar ao apodrecimento da bolota;
- Experimenta plantar umas quantas, de certeza que pelo menos uma irá germinar...boas sementeiras, abraço