segunda-feira, maio 03, 2010

Plantar árvores para aliviar a consciência

Imagem do blogue Gambozino


Segundo os jornais, um conjunto de autarquias portuguesas aderiu a uma coisa chamada Pacto de Autarcas da União Europeia (UE), no combate às alterações climáticas (ler notícia).

Um dos objectivos a que as autarquias se comprometem, já adivinharam, é a plantar mais árvores...claro!





Um dos municípios portugueses que aderiu foi o de Loures, onde as árvores, mesmo novas, são tratadas da forma que se vê. Palavras para quê, são cidades portuguesas com certeza.

10 comentários:

Anónimo disse...

São de betão ??

Anónimo disse...

Só pode né? Novo Prémio Secil :)

greentea disse...

devem ser ...
facto é que cada vez há menos árvores em toda a zona de Sintra, a paisagem é completamente diferente.

Pedro Vicente disse...

Já agora, aproveito para relatar a competencia " admirável" das autarquias na arborização dos seus espaços. Em Vila Real de StºAntónio no Algarve ( Monte Gordo concretamente), um novo espaço foi requalificado, e adivinha qual a espécie utilizada para resistir aos calores da costa algarvia, a um solo arenoso e escassez de água? Bétulas! óbvio que somente estes últimos dias quentes de Primavera já contribuiram para a morte de algumas.
Logo, se nem escolher a espécie a arborizar, quanto mais tratar da mesma...

Anónimo disse...

O que é um facto é que na "zona pedonal" de Sintra já há pseudo-árvores" em vasos... talvez esta ideia de arvores fingidas seja apanhada pelo Dr. Futebol ...

Juan Echegoyen disse...

pedro, for favor, tu que tienes mas audiencia mira lo último de "Venerables árboles"
un saludo

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Greentea e anónimos,

O que se tem passado em Sintra é verdadeiramente revoltante. Nos arredores de Lisboa parece que, efectivamente, as únicas espécies que proliferam são as feitas de betão.

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Olá Pedro,

Essa história de Monte Gordo só prova que a escolha das espécies é feita sem o menor critério. Lamentável, mas recorrente um pouco por todo o lado.

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Olá Juan,

À foto publicada no "Venerables árboles" só me lembro de chamar aquilo que vocês, em Espanha, chamam de "gamberrada".

Para algumas pessoas a idiotice não tem limites!

Abraço.

Anónimo disse...

Parabéns ao bloguer e a todos os intervenientes por construirem esta "sombra verde"`.
Há 12 anos que todos os dias executo projectos de espaços verdes criados por arquitectos de todos os tipos. Trabalhou comigo um velhote que ao ver tamanhas barbaridades dizia com sotaque alentejano "Arquiteteeeeeee".
Eu acho que por cada bom Arquitecto em Portugal existem dois asnos para dar cabo da reputação da classe, e já tenho encontrado alguns.
algarvio