sábado, agosto 16, 2014

El camino

























Há, no Covão da Ponte, pouco depois do Mondego nascer, um pequeno caminho desenhado por pilriteiros, essa árvore que tem tanto de belo, como de ignorada e desconhecida.

1 comentário:

José Veloso disse...

É uma espécie nativa, linda e fantástica! Sem dúvida uma boa escolha para seu jardim, parque público, e principalmente, como sebe de proteção ou também sebe de fronteira, algo admirável de se ter na proximidade. Apenas ter atenção com crianças pequenas para que não a alcance, devido a alguns picos que tem entre raminhos e folhas, preocupação igual como se fossem roseiras. Com seu aspecto diversificado, vão encantar e amar quem as vir durante as estações do ano. Atrai pequenas aves insectivoras e frutivoras essenciais ao bem estar humano e da Terra.