terça-feira, maio 14, 2013

A vergonha de um país

 

Com os meus quase 40 anos, posso afirmar com toda a certeza que a destruição do vale do Tua é o maior crime contra o património natural, cultural e paisagístico de Portugal a que alguma vez pude assistir.

O que me incomoda não é tanto a conivência entre a EDP, o lóbi do betão e os seus representantes políticos na bolorenta capital desta república podre; o que me incomoda, corrijo, o que me enoja é este povo entorpecido que tudo aceita sem o mínimo vislumbre de indignação. 


Como escrevi há tempos: "Tenho para mim como verdade a seguinte constatação: um povo que não consiga impedir a construção da barragem do Tua, que não se revolte com a destruição de um património único, é um povo que não merece o seu país, que não merece Portugal!"

2 comentários:

Rafael Carvalho disse...

Agradeço a partilha deste vídeo, que não conhecia.
Betão, autoestradas e rotundas, obras de encher o olho... O estado ruinoso em que o nosso país se encontra foi fruto de falta de visão estratégica. Continua-se a insistir no mesmo.
Conheço pessoalmente pessoas que moram na região ao Tua. Foram oferecidos pelos terrenos a inundar quantias que, com os atuais usos, os proprietários nunca conseguiriam realizar. Ouro dos tolos...
Cumprimentos.

João Mendes disse...

Um País entregue a Lobbies. É isso mesmo o quwe somos, infelizmente...
Mas lutaremos até á exaustão para que a verdade venha ao de cima, nem que seja depois das nossas mortes...
A História punirá estes pulhas...